É preciso ter um caos dentro de si para dar à luz uma estrela cintilante

Para o filósofo Nietzsche "é preciso ter um caos dentro de si para dar à luz uma estrela cintilante".
Temos uma tendência natural ao comodismo. Nossa meta é buscar paz e harmonia mental, evitando mudanças repentinas ou desvios no curso de nossas metas e objetivos. Como um navegador, precisamos que a bússola sempre oriente nosso percurso e receamos qualquer alteração no trajeto. Desejamos o caminho mais fácil, sem complicações ou surpresas. O problema é que esse comportamento muitas vezes nos leva a rotina, marasmo e a mesmice. Uma vida morna, sem cor, sabor ou propósito...
Devemos aprender que o caos renova nossas possibilidades de discernimento e nos convida a experimentar a novidade. A mudança na perspectiva reorganiza objetivos e nos apresenta um Mundo novo a ser descoberto. O segredo é saber que o medo da mudança pode paralisar nossas ações, portanto, não receie a transformação no curso de sua História. Deixe o caos e a desordem falar mais alto. Para que isso ocorra, voltamos a Nietzsche que ensina: "Dez vezes ao dia deves saber vencer-te a ti mesmo". Talvez aí esteja o segredo de viver intensamente...

André Wagner Rodrigues - historiador e filósofo da Educação, autor do livro "Sofia, a menina que gosta de filosofar"